Dicas para Estratégia das Marcas

Inbound Marketing Final: 4 dicas práticas

Os últimos dois textos abordaram as etapas do funil de vendas e como planejar os principais passos de ações de Inbound Marketing. Agora, vamos trazer algumas dicas práticas para fazer a gestão dessas ações.

Utilize estratégias de SEO: em uma ação de Inbound Marketing o conteúdo é o rei. Os usuários estão constantemente em busca de informações para resolver seus problemas. Disponibilizar conteúdo educativo que esclareça suas dúvidas é fundamental para que a marca faça parte da jornada do consumidor. Utilizar técnicas de SEO ajuda o conteúdo a aparecer e ganhar relevância nos motores de busca. Por isso, não esqueça de algumas técnicas simples, mas bastante efetivas:

  1. Use palavras-chaves que estão relacionadas à marca e ao seu setor de atuação. É importante considerar palavras-chaves de cauda longa, já que termos mais genéricos são bastante disputados e, frequentemente, apenas as grandes marcas conseguem ser encontradas com esses termos.
  2. Use linguagem casual, isso ajuda o público a encontrar o conteúdo que está buscando por meio das palavras-chaves.
  3. Otimize a página para a palavra-chave. Assegure que ela aparece na descrição da página, no page title e na URL. Também é recomendável que ela esteja no cabeçalho do texto além, é claro, do próprio conteúdo.
  4. Promova Link Building. Conseguir backlinks (links de outros sites apontando para o site da marca) é fundamental, pois esse é um dos principais fatores de ranking orgânico.

Não esqueça: antes de um visitante se tornar um lead ele precisa encontrar o conteúdo da marca e, para isso SEO é muito importante.

Seja educativo: é fato, os usuários estão preocupados com seus problemas e não com a sua marca. Respeite a jornada do consumidor, trazendo conteúdo educativo para que ele possa entender o seu problema e avaliar as possíveis soluções disponíveis. Só ofereça o produto quando o consumidor estiver na etapa final da sua jornada, buscando uma opção viável para resolver seu problema. Oferecer um produto da marca para alguém que acabou de identificar que tem um problema não é a melhor estratégia, já que o usuário ainda precisa percorrer um longo caminho até a decisão final.

Por isso, conteúdos para atrair visitantes e converte-los em leads devem ser educativos e não vendedores.

Consulte a área comercial: para escrever conteúdo relevante para o consumidor é indispensável entender quais são as principais dúvidas que ele tem durante sua jornada de compras. E ninguém melhor que a área comercial para dizer quais são essas dúvidas, já que ela está em contato constante com prospects e clientes e sabe quais as razões os levam a fechar ou não um negócio.

A área comercial é uma das principais fontes para identificar temáticas que podem ser tratadas nos conteúdos de Inbound Marketing.

Promova boas práticas na landing page: a LP é um dos primeiros canais que o usuário terá contato com a sua marca. Estima-se que 20% dos visitantes se convertem em leads nesse canal. Alguns cuidados na construção da LP podem ajudar a aumentar a taxa de conversão:

  1. Ao chegar na LP o visitante foi atraído pela oportunidade de ter acesso a um conteúdo rico. Por isso, o canal deve trazer, com bastante destaque, um título claro e orientado à ação. Por exemplo: Baixe agora o e-book 5 dicas práticas para criar uma estratégia de Inbound. O visitante deve ter a segurança e a certeza que chegou no lugar certo para ter acesso às informações que irão esclarecer suas dúvidas e ajudar a resolver um problema.
  2. Mantenha o conteúdo curto e objetivo. Além do título, recomenda-se um subtítulo com palavras-chaves, uma imagem do conteúdo-isca (a capa do e-book, por exemplo), o form de preenchimento dos dados e uns 3 tópicos que sintetizem o que o visitante vai ter acesso caso se cadastre para baixar o material.
  3. Não utilize links ou outros recursos que possam tirar a atenção do usuário. O objetivo é que ele se cadastre, então todo o foco deve ser dado para que preencha os campos de cadastramento.
  4. Já na página de agradecimento é recomendável que sejam incluídos links para que o usuário continue sua jornada. Então, nessa página podem ser incluídos links para os canais sociais e o blog, mantendo o envolvimento com a marca.

Transformar leads em clientes pode parecer uma jornada difícil e longa para as marcas. Mas ela pode se tornar mais fácil quando o processo se inverte e o consumidor é quem dá as cartas, escolhendo o momento que quer fazer negócios com a empresa. Por isso, estar preparada para acolher o consumidor em cada etapa da sua jornada é fundamental para o sucesso da ação.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inbound Marketing parte 2: como planejar os principais passos

O último texto abordou as etapas do funil de vendas e como a marca deve atuar em cada passo da jornada do consumidor. Mas o que é importante na hora de construir uma estratégia de Inbound Marketing? Esse modelo tem inúmeras vantagens e antes de implantá-lo é preciso planejar alguns passos.

Inbound Marketing Parte 1: As Etapas do Funil

Muito se tem falado sobre Inbound Marketing nos últimos tempos. A estratégia, que é a queridinha da vez, garante resultados por meio de esforços mais focados. Enquanto as ações tradicionais de marketing podem parecer intrusivas, o Inbound empodera o consumidor e torna a marca disponível para que ele feche negócio no momento em que estiver pronto.